Velis CRM para a SUA distribuidora

Funcionalidades Gestão de vendas

Suas visitas ao cliente são a cada 15 dias, mas ainda há estoque?

Suas visitas ao cliente são a cada 15 dias, mas ainda há estoque? Como podemos avaliar as situações que levam nós, vendedores, a nos deparar com o estoque do cliente ainda cheio quando retornamos.

 

1.Precisa vender menos!

Fazer uma venda muito grande não é necessariamente uma boa venda. O bom vendedor precisa conhecer o estoque do seu cliente, saber o fluxo de saída de cada produto e se está sobrando produto na prateleira.

Oferecer menos é uma estratégia que vai garantir uma recorrência de vendas maior a longo prazo sem deixar uma infinidade de produtos “empacados” no estoque. Acima de tudo, você ainda ajuda o fluxo de caixa do seu cliente, o que pode auxilia-lo a investir no marketing e consequentemente aumentar a venda dele e a sua. Relacionamento.

 

2. Excelente Relacionamento!

Mostre interesse em fazer esse produto sair do estoque junto com o cliente, certamente ele também quer vender. É o ganha-ganha.

Nós vendedores temos um desafio duplo, que é vender para o cliente e prepará-lo para vender o produto. É possível garantir esse processo de vendas B2B e B2C saudável estando mais presente na loja, conhecendo bem a as prateleiras e o perfil de cliente dele. Portanto é muito importante ir estreitando o relacionamento, mostrar-se disponível.

Não pode abandonar o cliente e aparecer somente quando você espera que todo produto já esteja vendido, pois isso não é ter um bom relacionamento. Posicione bem o produto nas prateleiras, ajude o cliente a vender!

Ou seja, ao sentir seu esforço, o cliente acabará incentivando mais a venda do seu produto em relação ao do concorrente e dará preferência na reposição de estoque do seu produto em relação ao da concorrência.

Venda é relacionamento.

 

3. Visitas ao cliente: Não venda a solução!

Vender é sempre difícil se não estiver claro qual problema o produto resolve para o cliente. Nas visitas ao cliente, teste dizer primeiro qual problema será resolvido com aquele produto e não qual a solução que ele terá com aquele produto.

Vamos usar como exemplo uma distribuidora de produtos veterinários. Na visita ao Pet shop mostre, por exemplo, que a caixa de areia para gatos sem perfume resolve o problema de alergia. Explique o problema, dizendo que o perfume agrada as pessoas, mas pode desenvolver problemas respiratórios mais complicado nos bichanos. 

Ao criar uma identificação com a situação que realmente incomoda o cliente, você terá a atenção que precisa para falar do seu produto: Já que a sua caixa de areia é sem perfume, pode oferecer essa segurança para os bichinhos!


Não se contente com a resposta do seu cliente de que o problema do estoque parado é a crise!

Faça o estoque dele girar sendo parceiro e não fornecedor.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.